A Hora da Verdade

A Hora da Verdade no blog do Herasmo Leite

8 de mai de 2016

Secretário de Estado de Saúde garante mamógrafo para Pinheiro.Anuncio foi feito no dia das Mães


O secretário de Estado de Saúde, Carlos Lula, noticiou na manhã deste domingo que a cidade de Pinheiro ganhará um mamógrafo permanente, que atenderá toda a população da região da Baixada Maranhense. “Além do mamógrafo,  exames fitopatológicos serão realizados em todos os municípios da Baixada. Isso não tinha acontecido. É uma medida que começa efetivamente já nesta segunda”, garantiu.

Essa ação faz parte do Programa Ninar, a Bolsa Pequeno Maranhense, lançado pelo Governo do Estado com  intuito de aprimorar a qualidade da atenção básica e da assistência às mães e bebês maranhenses. O governador Flávio Dino fez o lançamento do programa  na manhã deste domingo (08). A ação ocorreu simultaneamente na Maternidade Benedito Leite, em São Luís, e no Hospital Regional de Imperatriz. A data, escolhida em alusão ao Dia das Mães, marca mais uma etapa de execução de políticas voltadas para a saúde da mulher e a preocupação do Governo em construir um estado com plenos direitos de cidadania para todos.
A iniciativa tem como objetivo estimular a realização do pré-natal na atenção básica e oferecer orientações sobre gestação, parto e pós-parto para mulheres durante o período de gravidez. Além disso, a gestante que utiliza as unidades de saúde do Estado ganhará um kit composto por bolsa, fraldas, termômetro, cartilha informativa, toalha, frasco de álcool em gel e um pacote de gazes para os primeiros cuidados com os recém-nascidos. A ação integra o projeto ‘Bolsa Pequeno Maranhense’, coordenado pelo Governo do Maranhão e executado pelo Instituto Acqua.
Governador Flávio Dino entregou buque de rosas e o kit do Pequeno Maranhense a mãe. Foto: Handson Chagas/Secap
Governador Flávio Dino entregou buque de rosas e o kit do Pequeno Maranhense a mãe. Foto: Handson Chagas/Secap
No lançamento do programa, o governador Flávio Dino entregou às mães da Maternidade Benedito Leite, o kit e um buquê de rosas como forma de parabeniza-las pela data. Ele explicou que essa fase do Ninar é um reforço importante do pré-natal como elemento determinante para a redução da mortalidade materna e infantil. “Nós escolhemos esse dia, que é carregado de tanto simbolismo, para homenagear as mães com ações práticas e concretas de cuidado efetivo para que com isso nós possamos, progressivamente, melhorar esses indicadores do nosso Estado”, ressaltou.
De acordo com o governador, essa atividade é um complemento do que já vem sendo feito no Centro de Referência em Neurodesenvolvimento, Assistência e Reabilitação de Crianças (Ninar), lançado em março deste ano, e que atende crianças com problemas de neurodesenvolvimento. “Essa unidade de referência funciona com grande sucesso. São equipes multiprofissionais da área de saúde que tem feito um trabalho notável”, exaltou Flávio Dino.
O secretário de Saúde, Carlos Lula, explicou que há uma correlação direta entre o número de pré-natais realizados e os indicadores de mortalidade materna e infantil no Estado. Segundo os números do Datasus, do Ministério da Saúde, de 2013, o Maranhão possui apenas 37% das mães que realizam todas as sete ou mais consultas recomendadas como ideais antes do parto, enquanto no Brasil o número é de 62%.
“A nossa ação, na verdade, é voltada para o incentivo às mulheres para realizarem essas sete consultas de exame pré-natal. As mães só receberão o kit se comprovarem que realizaram as consultas e passarão por um processo de capacitação de higienização das crianças. E, mais do que isso, a gente acredita que com o número de consultas, vamos reduzir o nosso índice de mortalidade materna”, enfatizou Lula.
Loiane Marques foi uma das dezenas de mães que receberam, das mãos de Flávio Dino, o kit do ‘Bolsa Pequeno Maranhense’. Feliz pela ação do Governo, ela elogiou a atitude do governador em estar próximo e conhecer de perto a realidade das unidades de saúde do Estado. “A estrutura da maternidade está ótima. Fui muito bem tratada. Tive duas amigas que estiveram aqui e me indicaram. Tem muita diferença para o local onde tive meu primeiro filho”, disse a mãe do pequeno Artur Felipe.
O parto de Loiane foi acompanhado pelo seu marido, Márcio Henrique, em mais uma novidade implementada pelo Governo na Maternidade. A Benedito Leite é a primeira unidade de saúde do Estado a permitir o parto humanizado, que pode ser acompanhado pelo pai. “Foi uma emoção inexplicável. A estrutura aqui está ótima, ficou bem melhor de acompanhar”, relatou o pai.
Mais investimentos na saúde para as mulheres

Governador Flávio Dino anunciou outras ações de políticas de atenção básica e da assistência às mães e bebês maranhenses na manhã deste domingo. Foto: Handson Chagas/Secap
Governador Flávio Dino anunciou outras ações de políticas de atenção básica e da assistência às mães e bebês maranhenses na manhã deste domingo. Foto: Handson Chagas/Secap
Carlos Lula esclareceu que este sábado marcou também a entrega simbólica da Maternidade Benedito Leite, na Cohab. Inaugurada em dezembro de 2014, a unidade não oferecia dignidade para a população, e teve que ser totalmente recuperada, segundo o secretário. “As condições, inclusive sanitárias, desta maternidade estavam muito longe do ideal. Esta data simboliza, sobretudo, o cuidado que a gente tem com a saúde do Maranhão”, enfatizou. Aproveitando a oportunidade, ele garantiu que enfermarias da unidade serão totalmente climatizadas.
Dando continuidade aos investimentos na saúde, sobretudo das mulheres maranhenses, o governador Flávio Dino anunciou que, pela primeira vez na história, o Maranhão contará com UTI materna, com a construção de sete leitos na Maternidade Marly Sarney. Além disso, ele informou que o Ninar realizará tomografias especializadas dedicadas a crianças com problemas de neurodesenvolvimento, pondo fim ao improviso que existia para a realização do exame.


Governador cumprimenta equipe médica da maternidade Bendito Leite. Foto: Handson Chagas/Secap
Governador cumprimenta equipe médica da maternidade Bendito Leite. Foto: Handson Chagas/Secap

Nenhum comentário:

Postar um comentário