A Hora da Verdade

A Hora da Verdade no blog do Herasmo Leite

14 de mar de 2017

Atenção Judiciário de Zé Doca, Promotora quer soltar acusado de homicídio.




Zé Doca - Vítima de crime bárbaro continua hospitalizada
em estado grave e enquanto isso, promotora quer
soltar o criminoso.


Chamamos a atenção do Poder Judiciário do Município de Zé Doca (MA)  para um parecer da 2ª Promotoria de Justiça dessa Comarca que opina pela revogação da prisão preventiva do acusado de crime de tentativa de homicídio, Hamilton Silva Dantas, praticado contra a vida da professora Natália, na madrugada do dia 27 de fevereiro do corrente ano, durante festejo de carnaval, realizado no município.

O crime foi de grande repercussão em Zé Doca e cidades vizinhas e o temor da população é que criminoso seja colocado em liberdade, representando uma séria ameaça à sociedade diante da gravidade do delito por ele praticado.
Consta nos autos que o acusado, naquela data, adentrou no estabelecimento comercial de propriedade da vitima e desferiu vários disparos de revolver, sendo que duas balas atingiram o pescoço da mesma.

A Polícia Militar, que prestava segurança no local do festejo, ao ouvir os disparos, seguiu em perseguição a Hamilton, que teria feito novos disparos contra a guarnição, o que caracteriza também tentativa de homicídio contra os policiais.

Em ato continuo, o criminoso foi prezo em fragrante e encaminhado a Delegacia Regional para os procedimentos legais. A juíza Denise Pedrosa Torres homologou o flagrante  e converteu este em prisão preventiva. Agora a Promotora Isabelle de Carvalho Fernandes Saraiva, não se sabe por qual motivação, emitiu parecer ministerial opinando pela revogação da prisão preventiva do acusado, alegando o fútil argumento que no inquérito policial não consta o exame de Corpo de Delito da vítima, o que não procede, visto que o referido exame encontra-se incluso no processo.


Uma coisa é certa: ou a promotora está prevaricando, ou simplesmente não leu a peça.  Enquanto isso a vítima encontra-se ainda internada em um Hospital de São Luis, correndo risco de morte. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário