A Hora da Verdade

A Hora da Verdade no blog do Herasmo Leite

11 de mai de 2016

Pinheiro - Técnico da Seduc fala sobre Senso Escolar para gestores das escolas da rede estadual da área da URE


O Técnico José Augusto Campos Neto, da Secretária de Estado da Educação, participou hoje pela manhã de um encontro com gestores das escolas da rede estadual da ensino sobre a jurisprudência da Unida Regional de Educação - URE. Segundo o técnico, o Censo Escolar do Estado do Maranhão foi iniciado no mês de maio e agora está na sua segunda etapa, que tem como objetivo observar o movimento do rendimento dos alunos. 
Segundo José Augusto, o senso de 2015 demonstra que as escolas publicas estaduais, municipais e privadas pertencentes a jurisdição da URE de Pinheiro tiveram 124.509 alunos matriculados nas diversas séries e anos, sendo 17.880 na rede estadual, 121.681 na rede municipal e 4.948 na rede privada. 

A professora Maria Damiana Sousa, Gestora da URE, informou que o Censo Escolar é um levantamento de dados estatísticos educacionais de âmbito nacional realizado todos os anos e coordenado pelo Inep. Ele é feito com a colaboração das secretarias estaduais e municipais de educação e com a participação de todas as escolas públicas e privadas do país.

"Trata-se do principal instrumento de coleta de informações da educação básica, que abrange as suas diferentes etapas e modalidades: ensino regular (educação Infantil e ensinos fundamental e médio), educação especial, educação de jovens e adultos (EJA) e educação profissional (cursos técnicos e cursos de formação inicial continuada ou qualificação profissional). O Censo Escolar coleta dados sobre estabelecimentos de ensino, turmas, alunos, profissionais escolares em sala de aula, movimento e rendimento escolar", disse a professora

"Essas informações são utilizadas para traçar um panorama nacional da educação básica e servem de referência para a formulação de políticas públicas e execução de programas na área da educação, incluindo os de transferência de recursos públicos como alimentação e transporte escolar, distribuição de livros, implantação de bibliotecas, instalação de energia elétrica, Dinheiro Direto na Escola e Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb)", concluiu. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário