A Hora da Verdade

A Hora da Verdade no blog do Herasmo Leite

25 de out de 2016

Morre Carlos Alberto Torres, o capitão do Tri




Carlos Alberto Torres, capitão da seleção brasileira na conquista do tricampeonato mundial, morreu nesta terça-feira, no Rio de Janeiro, aos 72 anos, após sofrer um enfarte fulminante em casa. Atualmente, o ex-jogador era comentarista da SporTV.

Carlos Alberto Torres fez sua última aparição na emissora no último fim de semana, quando participou do programa “Troca de Passes”.

Considerado um dos melhores jogadores da história em sua posição, o ex-craque passou durante sua carreira por Fluminense, Santos, Botafogo, Flamengo e New York Cosmos, destacando-se principalmente no alvinegro praiano e no tricolor carioca.

Mas foi com a amarelinha que Carlos Alberto Torres se eternizou. Ele disputou apenas uma Copa do Mundo, a de 1970, porém foi o suficiente. Com um estilo técnico e forte espírito de liderança, foi crucial para a conquista do Tri.

Ele marcou o último gol na vitória por 4 a 1 sobre a Itália na decisão, finalizando com um potente chute rasteiro uma jogada antológica que começara no campo de defesa e passara por outros quatro atletas. Além disso, sua imagem levantando e beijando a taça Jules Rimet até hoje permeia o imaginário do torcedor brasileiro.

Como técnico, o ex-lateral comandou alguns dos principais times do Brasil, como Flamengo, Fluminense, Botafogo, Corinthians e Atlético Mineiro, além de equipes no México, na Colômbia e nos EUA e das seleções de Omã e Azerbaijão.

Do banco de reservas, conquistou um Campeonato Brasileiro pelo Fla (1983), um Carioca pelo Flu (1984) e uma Conmebol pelo Botafogo (1993).

Nenhum comentário:

Postar um comentário