A Hora da Verdade

A Hora da Verdade no blog do Herasmo Leite

29 de abr de 2018

Moradores de Presidente Sarney têm vivido um verdadeiro inferno astral com as constantes falta de energia elétrica e queima de equipamentos.



Os consumidores sofrem com os altos prejuízos causados em decorrência da oscilação que queima equipamentos eletrônicos. Com as última chuvas e quedas de raios, aparelhos eletros-eletrônicos ficam danificados, e muita das vezes o consumidor fica com o prejuízo. Explica-se: a Cemar só ajuda no conserto ou entrega de um novo, se o prejudicado registrar uma ocorrência e mostrar a nota fiscal. Mas nem sempre a pessoas guardam notas de três, quatro, cinco… anos. Aí, não tem jeito.

“É o dia todo desse jeito, a energia não segura, e quando vem é de uma vez , queimando os equipamentos” disse um morador.

Segundo o Gerente de Relacionamento da Cemar,  durante reunião na semana passada com o poder publico, empresários e populares, várias intervenções  estão sendo executadas para resolver os problemas e melhorar o fornecimento de energia para a população.

“Estamos fazendo a limpeza  da faixa (vegetação) que fica sob a rede que trás a energia de Pinheiro, estamos trocando isoladores e chaves e estamos instalando novos transformadores e monitorando os locais que precisam de uma atenção em áreas que a falta de energia são recorrentes. Pedimos que a população ligue para e empresa para termos esse controle de locais reincidentes com a falta de energia para que ações sejam adotadas”, disse o gerente.

Após  a reunião, um empresário disse que a Cemar não forneceu uma explicação razoável aos consumidores sobre a falta de energia e os danos.

“Em algumas localidades o problema chega a ficar um dia todo, até que uma equipe iluminada da Cemar apareça ao local atingido.  No distrito de Três Furos, por exemplo, somente em um dia a energia faltou mais de 50 vezes. A impressão que se tem é a de que estamos vivendo os períodos negros da antiga Cemar, quando era estatal ineficiente e um cabide de emprego público e sem recursos para investimentos”, disse o empresário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário