A Hora da Verdade

A Hora da Verdade no blog do Herasmo Leite

11 de jun de 2018

Apresentador Tony Ferreira denuncia abandono da família do lavrador Agostinho Pereira, decapitado em 2011 na Delegacia Regional de Pinheiro



No último sábado 09.06, o apresentador Tony Ferreira visitou a família do lavrador  José Agostinho Bispo Pereira, que faleceu de forma trágica em fevereiro de 2011, durante uma rebelião na Delegacia de Pinheiro. Ele foi um dos presos decapitados pelos líderes do motim. Bispo, que ficou conhecido em todo o país como "o mosntro de Pinheiro", foi condenado a 63 anos de prisão por ter abusado de duas filhas. Uma delas, Sandra Maria Monteiro, foi mantida em cárcere privado durante 16 anos.

O apresentador faz um relato desanimador  ao constatar o estado em que se encontra a família que ainda se encontra sobre a custódia do poder público municipal, mas que foi literalmente abandonada.

“É lamentável o abandono dessa família pelas autoridades competentes,  que na época firmaram compromisso em  prestar apoio necessário em todos os aspectos à mesma. Isto não está acontecendo. A família perdeu o auxílio alimentação, o auxilio medicamentos, inclusive para o rapaz que aparece na foto ao meu lado. Ele tem sérios problemas  de saúde. A prefeitura,  segundo dona Sandra,  cortou o auxílio financeiro  que todos os meses a família recebia, a assistência médica, (pediátrica, psicológica e psiquiátrica) , acompanhamento do Conselho Tutelar e dos Agentes Comunitários de Saúde,  e como se não faltasse  mais nada,  o aluguel da casa onde a família reside, que, por decisão judicial deveria ser paga pela prefeitura, está com mais de um ano e  quatro meses em atraso. Queremos aqui,  em nome da sociedade pinheirense, solicitar ao Ministério Público que cobre das demais autoridades competentes o cumprimento dos compromissos que foram firmados com a família. Enquanto isso não acontece, peço ao amigos e as pessoas de bem desta cidade para ajudar essa família que está passando por necessidades. Por enquanto é a nossa união pela sobrevivência dos nossos irmãos. Abraço, Tonny Ferreira”

Nenhum comentário:

Postar um comentário